domingo, 14 de agosto de 2011

o silêncio do vento

domingo, 8:37 da manhã.
nenhum som vindo da avenida, nenhum som vindo de dentro de casa, nenhum musical rolando ao meu redor, nenhum som de água escorrendo, nenhum som de besouro batendo no vidro da janela, nenhum som de suspiros, nenhum som humano além do meu. Já são 8:39... e o único som que pude senti e ouvir foi o do vento beijando minha nuca e movimentando meus cabelos nesses 2 minutos de silêncio. E pra ser sincera, começar o dia assim me agrada, sem dúvidas.

eu, 18 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário